TecStart é lançada em parceria com empresas de tecnologia de Três de Maio

    Com o objetivo de capacitar pessoas para atuarem como profissionais da área de tecnologia, a Setrem, em parceria com as empresas Abase Sistemas, Atendare e Migrate, lançou a TecStart – Jornada de Formação: Profissionais de Tecnologia.

    O evento de lançamento ocorreu na segunda-feira, dia 11 de julho, no Campus Setrem, com a presença de colaboradores da Setrem, representantes das empresas parceiras, lideranças e imprensa local.

    De acordo com a coordenadora-geral da Educação Básica e Cursos Técnicos da Setrem, Ana Claudia Leite, o público-alvo da jornada são estudantes do Ensino Médio, Ensino Técnico e Ensino Superior, completo ou em curso, e pessoas em busca de uma transição na carreira profissional.

    “Estamos buscando alavancar o desenvolvimento da nossa cidade por meio de parcerias com empresas locais. Sabemos que existe demanda de profissionais na área de tecnologia e que o mercado de trabalho exige profissionais cada vez mais comprometidos e com perfis que estamos aptos a oferecer”, acrescenta Ana.

    Para o CEO da Abase Sistemas, Ildo Corso, é no conhecimento oferecido na jornada que estão apostando. “A Setrem é uma instituição com ótima credibilidade regional, possui uma estrutura que nos permite integrar os profissionais. Buscamos, com este programa, selecionar candidatos e profissionais oriundos das escolas da nossa região, para serem preparados para atender nossas demandas internas de desenvolvedores web, que após receberem um treinamento de nivelamento, passarão a ser capacitados pela empresa.”

    O CEO da Migrate, Adilson Weddigen, destaca que a TecStart nasce com propósito de complementar a formação profissional dos participantes, considerando aqueles conhecimentos técnicos e comportamentais que cada empresa entende importante que um colaborador tenha. “Portanto, a expectativa é preencher as vagas que temos em aberto com pessoas que já tiveram contato com nossas tecnologias, nossos processos e mais próximos à nossa cultura.”

    A CEO da Atendare, Katiuscia Schöer, salienta que a Setrem é referência na formação de profissionais na região. Por isso, ter a instituição de renome ao lado de empresas locais de tecnologia mostra o crescimento do ecossistema de tecnologia e inovação da região.

    
    As inscrições para a jornada seguem até o dia 20 de julho. As entrevistas ocorrem até 21 de julho e as matrículas dos selecionados serão realizadas de 21 a 24 de julho, ao valor de R$ 190,00. As aulas presenciais da TecStart ocorrem de 13 de agosto a 22 de outubro, das 9h às 12h e das 13h às 16h, aos sábados, no Laboratório 1 do Campus Setrem. Após as aulas, ocorre a seleção dos candidatos para integrar às empresas. Para quem não tiver condições de investir, é possível solicitar isenção da taxa de matrícula.

    Mais informações podem ser obtidas via telefone ou WhatsApp (55) 3535-4686.

    Temáticas desenvolvidas durante a formação
    Conforme Ana, as temáticas a serem desenvolvidas ao longo da jornada possibilitarão aos participantes se desenvolverem pessoalmente e profissionalmente, contribuindo para o ingresso no mundo do trabalho ou na transição de carreira para a área da tecnologia da informação.

    Serão abordados temas como formação atitudinal, introdução à tecnologia, raciocínio lógico e lógica de programação, metodologias ágeis, análise de sistemas, análise de negócios, gestão da qualidade, atendimento a clientes, cloud computing, banco de dados e marketing digital.

    “Ao longo das aulas, serão agendadas visitas às empresas Abase, Atendare e Migrate, a fim de proporcionar uma experiência real do ambiente de trabalho em uma empresa da Tecnologia da Informação. Após o desenvolvimento das temáticas individuais, as empresas oferecerão formações específicas a partir das ferramentas e necessidades específicas de cada uma. Cada empresa disponibilizará oportunidades de trabalho de acordo com o desempenho dos participantes na TecStart”, destaca.

    Falta de profissionais de tecnologia é um problema recorrente; TecStart visa amenizar esta realidade
    A carência de profissionais da área de tecnologia atinge empresas de todo o país há alguns anos. E, a cada dia, torna-se mais urgente, já que tem impacto profissional e econômico. E, para Weddigen, o mercado como um todo está deixando de se desenvolver mais devido à falta de bons profissionais em todos os setores da economia.

    “A falta de profissionais é recorrente e tem se agravado nos últimos anos. Vejo alguns motivos, como o uso da tecnologia que vem crescendo ano a ano nos últimos 30 anos: atualmente quase tudo tem tecnologia embarcada (dos carros aos aparelhos domésticos). E não só as empresas de TI demandam profissionais da área; hoje quase todas empresas demandam deste tipo de profissional. Para tentar reduzir este impacto, acredito em iniciativas como a TecStart, isto é, se cada empresa ajudar na formação de novos profissionais, ao longo dos anos podemos ter este fato amenizado”, diz o CEO da Migrate.

    Ele acrescenta que, na área de tecnologia, para formar um profissional, se leva mais tempo do que em outros setores. “Além disso, acompanhamos nos últimos anos a tecnologia sendo adotada por todos os tipos de empresas, e isso fez com que a demanda aumentasse exponencialmente gerando esta escassez de profissionais que vemos atualmente. Na Migrate, atualmente, necessitamos profissionais para as áreas de atendimento, desenvolvimento e marketing. Estaremos buscando candidatos que possuam identificação com nosso projeto, tenham vontade de trabalhar, de se desenvolver e de crescer profissionalmente”, ressalta.

    Corso conta que, na Abase, faltam profissionais principalmente para análise e desenvolvimento de sistemas, bem como pessoas com capacidade e habilidades de bom raciocínio lógico e com nível técnico para uso em ambientes e ferramentas integradas de desenvolvimento. “Nossas necessidades são para nível técnico de suporte e programação, cuja rotação é maior. Sempre estamos contratando profissionais. Hoje, se tiver 15 a 20 ofertas, nós podemos contratar, pois nosso propósito é selecionar, capacitar e preparar quadros para poder aumentar nossa participação no mercado. Só é possível crescer se tivermos pessoas para atender os clientes.”

    Para a CEO da Atendare, a grande demanda de profissionais de tecnologia não atendida é, de certa forma, um dilema. “De um lado há empresas de todos os setores buscando por profissionais. Do outro, pessoas buscando incansavelmente por uma oportunidade de trabalho. Assim, um desafio é aproximar cada vez mais as universidades das empresas. E outro, ainda maior, é mostrar a importância da capacitação e do potencial da área de TI para as novas gerações. A TecStart é uma iniciativa regional para mitigar esta realidade.”

    Katiuscia revela que o conhecimento em tecnologia da informação é importante em várias áreas dentro da Atendare, sendo algumas delas de forma direta, como é o caso do desenvolvimento e análise e também em áreas indiretas como marketing, suporte e vendas. “Hoje temos vagas abertas em todas essas áreas. Vamos acompanhar os participantes que estarão participando do programa e, se percebermos candidatos que demonstram amor pelo que fazem, gostam de estar buscando novos conhecimentos e têm perfil alinhado com nossa cultura interna, vamos adorar tê-los em nosso time”, finaliza.

    Fonte: Ascom Setrem