Acadêmicas de Psicologia da Setrem entrevistam principal nome da neuropsicologia no Brasil

    Uma das atividades de avaliação do componente de Neuropsicologia, ministrado pela professora Márcia Baiocchi Amaral no curso de Psicologia da Setrem, é a realização de entrevista com neuropsicólogos da região sobre áreas de atuação, abordagens técnicas e mercado de trabalho. A atividade busca conciliar o ensino teórico com atividades de extensão e propiciar aos acadêmicos um contato maior com profissionais de referência em suas áreas e com o mercado de trabalho e seus desafios atuais.

    Com as transformações advindas da pandemia e consequente migração de várias atividades para o mundo virtual, as distâncias geográficas foram diminuídas e as entrevistas, que antes eram realizadas em sua grande maioria presencialmente, começaram a se dar pelas redes sociais e ter um alcance maior. Sendo que profissionais de Passo Fundo, Porto Alegre e outros grandes centros começaram a ser procurados. Este fato enriqueceu ainda mais as aulas e os estudantes puderam estar conhecendo um pouco sobre o cotidiano dos neuropsicólogos em grandes centros.

    Nesta perspectiva, a professora do componente passou a direcionar os grupos de acadêmicos a realizarem entrevistas por áreas de atuação, como neuropsicologia hospitalar, atuação de neuropsicólogos em clínicas interdisciplinares e centros de reabilitação, neuropsicologia escolar e pesquisa, entre outros. A partir disso, nomes como da professora Candice Holderbaun, do Instituto de Neurospicologia do RS já haviam sido entrevistados.

        Este ano tivemos um grupo que foi ainda mais audacioso. Procuraram Leandro Fernandes Malloy-Diniz, neurospicólogo, pesquisador e professor do Departamento de Saúde Mental da Faculdade de Medicina da UFMG e um dos maiores autores de livros e artigos em neuropsicologia do Brasil. Atualmente é considerado por muitos o nome mais importante da área no Brasil.

    O grupo composto pelas acadêmicas Monica Taís Makoski, Suélen Führ, Marta Tietz e Joice Rafaela dos Santos demonstrou muita proatividade e postura profissional desde o primeiro contato com o profissional. No dia 18 de novembro, Malloy-Diniz presentou as acadêmicas com uma série de vídeos gravados especialmente para o 6° semestre de Psicologia da Faculdade Setrem, na qual contou sobre sua história profissional e pessoal dentro da psicologia, falou sobre a trajetória da neuropsicologia brasileira e os principais desafios da neuropsicologia na atualidade, e ainda deixou conselhos e recados especiais para os estudantes.

    O professor enfatizou ainda a satisfação em ter recebido contato dos estudantes e deixou aberta a possibilidade de participar de um bate-papo ao vivo na disciplina de Neuropsicologia do curso de Psicologia da Faculdade Setrem.

    Principal nome da neuropsicologia no Brasil
    Malloy-Diniz tem uma grande importância para o contexto da ciência brasileira. Ele é membro fundador e atual presidente da Associação Brasileira de Impulsividade e Patologia Dual; membro da International Neuropsychological Society, na qual integra o Consulting Board of Editors do Journal of the International Neuropsychological Society; editor associado das revistas Frontiers in Psychopatology e Revista Brasileira de Psiquiatria; editor de área da Revista Clinical Neuropsychiatry; editor da coleção de livros “Neuropsicologia na Prática Clínica”; compõe o quadro de editores chefes da Revista Debates em Psiquiatria; e foi ganhador do prêmio Paul Satz 2019 da International Neuropsychological Society.

    Atualmente, o professor Malloy é o pesquisador responsável por conduzir o estudo sobre saúde mental dos trabalhadores de saúde durante a pandemia, estudo em parceria com o Ministério da Saúde que está sendo realizado em todo país.

    Fonte: Assessoria de Comunicação e Marketing Setrem