Apae de Três de Maio encaminha Ciptea para 20 alunos

    Desde o mês de julho, a Apae de Três de Maio está realizando o cadastramento dos seus usuários para obtenção da Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista.

    Marlos Richter Borges, pai do aluno André Felipe Azevedo Borges, esteve na Apae para solicitar a carteirinha do filho. O documento, disponibilizado pela Fundação de Atendimento ao Deficiente e ao Superdotado do Rio Grande do Sul (FADERS Acessibilidade e Inclusão), visa auxiliar a realizar levantamentos com dados reais que permitirão implementar políticas públicas, fortalecer as experiências já existentes de serviços especializados no atendimento às pessoas com TEA e suas famílias, e desta forma garantir atenção integral e priorizar o atendimento e o acesso aos serviços públicos e privados, em especial nas áreas de saúde, educação e assistência social.

    Segundo a assistente social da Apae de Três de Maio, Fabiane Freoder, até o momento já foram encaminhadas 20 carteirinhas, sendo que as primeiras já chegaram até a instituição. “Também existe a possibilidade de os pais fazerem o cadastro pelo site, munido dos documentos solicitados”, afirma.

    Os documentos necessários para o cadastro são: o documento de identidade da pessoa com TEA, documento de identidade dos responsáveis legais, laudo médico com indicação do código da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID) comprovando o transtorno do espectro do autismo devidamente preenchido e com o nome completo da pessoa com TEA e foto 3x4 da pessoa com TEA.

    Fonte: Assessoria de Comunicação Apae Três de Maio | Jaqueline Peripolli / Jornalista MTE 16.999