Unitec lança solução para declaração do Imposto de Renda de produtores rurais

    A Cooperativa de Trabalho dos Técnicos do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unitec) lança mais uma solução para os produtores rurais: consultoria e acompanhamento para a declaração do Imposto de Renda.

    O novo serviço, em parceria com o escritório Ativo Gestão Contábil, visa preparar e orientar o produtor rural que necessita fazer a declaração e pode ser acessado por meio dos técnicos associados da cooperativa, que analisarão qual a melhor forma de declaração para reduzir ou isentar o imposto.

    A contadora Lorinês Casagrande, do escritório Ativo Gestão Contábil e associada da Unitec, explica que, todo ano, os produtores rurais têm um compromisso com a Receita Federal. “Muitas vezes, por receio, os produtores acabam não fazendo a declaração, por acharem que pagarão muitos impostos. Mas, ao procurarem auxílio, ficam mais tranquilizados, pois declarar o Imposto de Renda nem sempre significa pagar imposto. É uma obrigação de quem está dentro dos requisitos. Entendo que a declaração tem que passar a ser considerada um custo da produção.”

    É obrigado apresentar a Declaração de Ajuste Anual do IRPF 2020, relativo à atividade rural, quem obteve receita bruta anual em valor superior a R$ 142.798,50 ou pretenda compensar, no ano-calendário de 2020 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2020.

    “Existem várias formas, oferecidas pela Receita Federal, que minimizam o valor do imposto a ser pago. Mas, a multa para quem não fizer a declaração do Imposto de Renda ou entregá-la após o prazo é de, no mínimo, R$ 165,74, ou 20% do valor devido – dos dois o maior valor. Além disso, os riscos e sanções são menores do que aguardar a notificação”, ressalta a contadora.

    Operação Declara Grãos notificou produtores na região em 2020
    No ano passado, a Receita Federal declarou a segunda fase da Operação Declara Grãos, que visou combater a sonegação fiscal no agronegócio, identificando mais de 12 mil produtores rurais que possuíam inconsistência com o fisco, o que correspondia a uma sonegação fiscal na ordem de R$ 17,8 bilhões, de 2016 a 2019. 

    Em Três de Maio, foram notificados em torno de 200 produtores, que, em um prazo de 30 dias, precisaram fazer a declaração dos últimos quatro anos, além de pagar multa por atraso de entrega.

    Contadora alerta para não deixar a declaração para a última hora
    O calendário ainda não foi divulgado, mas o prazo para fazer a declaração deve iniciar em 1º de março e encerrar em 30 de abril. Por isso, Lorinês ressalta a importância de o produtor não demorar em procurar auxílio para fazer a declaração, já que muitas vezes é preciso reunir e buscar documentos que possam comprovar as receitas e despesas da produção.

    Mais informações podem ser obtidas na Unitec, localizada na Avenida Santa Rosa, 301, ou pelo telefone/WhatsApp (55) 3535-2052.

    Fonte: Assessoria de comunicação Unitec | Jaqueline Peripolli / Jornalista MTE 16.999