Estudantes da Setrem desenvolvem protótipo automatizado para germinação de mudas de hortaliças

O que você faria com uma geladeira velha? Os estudantes Alex Siebeneichler, Dionathan da Rosa, Felipe Hariel Jost Bastos e Vitor Emanoel Hoff, do Curso Técnico em Informática da Setrem, reutilizaram o casco de uma geladeira para desenvolver um protótipo de uma câmara de germinação de mudas de hortaliças automatizada. 

O protótipo conta com sensores de umidade do solo, temperatura, válvula solenoide para a irrigação, e lâmpadas incandescentes com finalidade de transmissão de calor e simulação de raios solares para as mudas. Além disso, possui dois displays (visores) que informam a temperatura e a umidade. 

“Todos os elementos internos estão conectados e são regidos por uma placa do sistema Arduino, que se utiliza de códigos de programação em linguagem C++, com pequenas modificações. Por meio destes códigos são informados ao sistema os parâmetros máximos e mínimos, como por exemplo, a temperatura que deve ser mantida em seu interior”, explica a coordenadora do curso, Janaína Poersch. 

Os estudantes utilizaram sensores específicos para que o ambiente interno não sofra qualquer tipo de intempérie, mantendo o ambiente constantemente adequado para a germinação das mudas. 

Toda a parte teórica foi orientada pelos professores por atividades domiciliares. A parte prática foi desenvolvida pelos estudantes em três encontros presenciais, respeitando os cuidados de proteção individual.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Setrem