Lives em tempos de pandemia: profissionais da Unitec compartilham conhecimento e informação com o público

Não se pode negar que as lives, transmissões ao vivo por plataformas em redes sociais, ganharam muito espaço neste período de pandemia do coronavírus. Com conteúdo variado e para todos os gostos, desde lives musicais a palestras, elas caíram no gosto do público, que, em casa cumprindo o isolamento social, viu na modalidade uma forma de se entreter e também de agregar conhecimento e informação. 

Nas últimas semanas, o Senar-RS promoveu diversas lives sobre assuntos de interesse do público, principalmente o rural. Em três delas, associados da Unitec participaram como palestrantes, juntamente com outros profissionais. 

A nutricionista Veridiana Marx foi a primeira associada a participar na live, em 28 de maio. O encontro virtual, sobre alimentação saudável, teve avaliação positiva da profissional. “Foi participativo e o público nos enviava questionamentos. Abordamos temas que envolviam a alimentação saudável e cuidados especiais neste período da pandemia, bem como o envolvimento da família na cozinha”, explica. 

Sobre as lives, Veridiana diz ver nelas uma nova forma de chegar até a casa dos produtores, levando informação até eles. “É fundamental e necessário, até pela época que vivemos, promovermos encontros virtuais que transmitam conhecimento para o público.” 

No último dia 9, o zootecnista Daniel Kretzmann abordou sobre suplementação de bovinos de corte. Segundo ele, houve uma boa participação de público, sendo a maioria produtores rurais, técnicos e profissionais da área. “A participação foi grande através de questionamentos. Porém, o reduzido tempo acabou por limitar em algumas discussões mais pontuais sem abranger mais o assunto.” 

Kretzmann destaca que, em virtude do atual momento, é preciso adaptar-se a outras ferramentas que não os cursos presenciais ou consultorias individuais. “Embora o reduzido tempo para questionamentos, pelo retorno que tive de alguns participantes, o método utilizado para tratar do assunto foi de grande aproveitamento. A grande vantagem de um encontro igual a este é que abrangemos um público muito maior e de várias regiões. O contraponto é a falta de troca das informações entre produtores que se tem em um evento presencial.” 

E nesta semana, no dia 16, a enfermeira Cássia Verônica de Oliveira foi a convidada para a live que tratou sobre a importância do equilíbrio entre a saúde da mente e a do corpo. Cássia explica que, no encontro virtual, trouxeram dicas e oportunidades na promoção e manutenção de condutas adequadas para a saúde, através do equilíbrio da mente e do corpo. “Abordei as questões de saúde física, mental e emocional, especificamente no que se refere aos cuidados preventivos dos homens, mulheres, adolescentes e idosos, e também os cuidados do trabalhador do campo com protetor solar e equipamentos de proteção individual (EPI). Ou seja, procuramos fazer uma ‘mistura’ de tudo que trabalhamos na promoção social com relação às palestras de saúde.” 

De acordo com a enfermeira, a participação foi ótima. “Tivemos quase 300 participantes. Entendo que estes encontros virtuais não substituem a presença física nos encontros com os agricultores, mas para o momento que estamos enfrentando, de pandemia, é a maneira que podemos chegar até o público rural.” 

O presidente da Unitec, Marcelino Colla, avalia como muito positivas e produtivas as lives com os profissionais. “Tanto que, a partir da próxima semana, começaremos a realizar lives próprias da Unitec”, revela.

 

Fonte: Assessoria de comunicação Unitec | Jaqueline Peripolli / Jornalista MTE 16.999