Covid-19: distanciamento social sem violência contra a mulher

Três de Maio é referência na região por ser uma das únicas cidades do Estado do Rio Grande do Sul a ter uma Secretaria de Políticas da Mulher, que defende, contribui e assegura os direitos da mulher, uma história de combate e luta contra a violência feminina. 

De acordo com a ONU Mulher, neste período de isolamento social, devido à pandemia do coronavírus, há uma tendência de aumento no número de casos de violência contra a mulher. Mas os direitos das mulheres permanecem reservados mesmo durante a pandemia. 


Veja o que pode ser considerado ato de violência durante a pandemia da Covid-19:

- Impedir que a mulher lave as mãos e use álcool em gel;

- Disseminar informações erradas sobre a Covid-19 e o distanciamento como forma de controle sobre a mulher;

- Não permitir comunicação com familiares por redes sociais. 

Em caso de agressão ou necessidade, a mulher deve se dirigir até a Delegacia de Polícia ou Delegacia da Mulher mais próxima para comunicar o fato. Se precisar de proteção para si ou filhos, poderá solicitar medidas protetivas específicas. 


Veja os principais contatos telefônicos que você poderá utilizar:

- Ministério Público de Três de Maio: 3535-2425

- Brigada Militar: 190

- Polícia Civil (horário comercial): 3535-1842

- Centro de Referência Flor de Liz: 3535-3900

- Secretaria de Políticas da Mulher (Plantão): 3535-8770 e 99649-3004

- Vigilância da Saúde Pandemia: 99697-9369 com WhatsApp

- Secretaria de Desenvolvimento Social: 99988-0183 com WhatsApp

- Conselho Tutelar (Plantão): 99926-8055 com WhatsApp

- Comitê Três de Maio Solidário: 3535-9391

- Disque Denúncia: 180 


Fonte: Caroline Cassel/Coordenadoria de Comunicação Social Prefeitura de Três de Maio