Novo decreto prevê uso obrigatório de máscara em Três de Maio

Com base em nova redação, foi publicado na tarde de hoje, quarta-feira, 6 de maio, o decreto municipal nº 33, que reitera a declaração de estado de calamidade pública em todo o território do Município de Três de Maio para fins de prevenção e de enfrentamento à epidemia causada pela Covid-19 (novo Coronavírus) e estabelece as medidas de prevenção e enfrentamento. 

A principal mudança na redação é uso obrigatório de máscara por todas as pessoas em recintos fechados, de circulação de público, como estabelecimentos comerciais, de prestação de serviços, bancos, lotéricas e repartições públicas.

O acesso a estabelecimentos de circulação pública em geral, bem como o ingresso em veículos de transporte coletivo por pessoas que não estejam usando máscara, sujeitará o proprietário ou responsável a pagamento de multa no valor de R$ 150,00, com acréscimo de 100% (cem por cento) em cada caso de reincidência. 

As demais medidas protetivas, de adoção obrigatória por todos, para fins de prevenção e de enfrentamento à epidemia, são a observância do distanciamento social seletivo, restringindo a circulação, as visitas e as reuniões presenciais de qualquer tipo ao estritamente necessário;  a observância de cuidados pessoais, sobretudo da lavagem das mãos, antes e após a realização de quaisquer tarefas, com a utilização de produtos assépticos, como sabão ou álcool em gel 70%, bem como da higienização, com produtos adequados, dos instrumentos domésticos e de trabalho; e a observância de etiqueta respiratória, cobrindo a boca com o antebraço ou lenço descartável ao tossir e/ou espirrar.

 

Texto: Caroline Cassel/Coordenadoria de Comunicação Social Prefeitura de Três de Maio

Foto: O Taboanense/Divulgação