Nutrição na Apae de Três de Maio: cuidando da saúde dos atendidos

Nutricionista Thaís Correa desenvolve seu trabalho a partir de uma nutrição focada em oferecer uma alimentação balanceada, equilibrada, aliando sabor com qualidade e nutrientes benéficos para os alunos com deficiência

A Apae de Três de Maio, mantenedora da Escola de Educação Especial Helen Keller, do Centro de Atendimento Educacional Especializado Helen Keller e do Centro Especializado em Reabilitação Intelectual e Auditiva (CER II), possui em seu quadro de colaboradores profissionais nas áreas de educação, saúde e assistência social.

Na área da saúde, a instituição conta com o trabalho da nutricionista Thaís Correa. A profissional, de 31 anos, é graduada em Nutrição há seis anos, pela Unijuí, e pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva pela IPGS/Porto Alegre.

Thaís revela que escolheu a nutrição porque considera impressionante como os alimentos instigam os sentidos, oferecem vitalidade, despertam prazer, emoção, trazem boas memórias. “Nutrição não é apenas uma ciência que estuda a composição dos alimentos e as necessidades nutricionais do indivíduo saudável ou não. É um ato de cuidar da saúde das pessoas, não apenas quando a pessoa possui uma doença, mas também para evitar que desenvolva alguma. Cada indivíduo tem uma necessidade particular, e saber como atender as necessidades de cada um contribui para que ele tenha mais qualidade de vida, saúde, bem-estar, maior autoestima, autoconfiança e até mesmo autoaceitação. Isso tudo, com certeza, são os princípios do meu trabalho”, destaca.

A profissional atua na Apae de Três de Maio há quase um ano, onde desenvolve seu trabalho a partir de uma nutrição focada em oferecer uma alimentação balanceada, equilibrada, aliando sabor com qualidade e, claro, nutrientes benéficos para os alunos com deficiência. “Trabalho também com alguns pontos específicos de cada aluno, como dificuldade de mastigação e deglutição, alergias alimentares, seletividade por cores e consistência dos alimentos (como no caso do autismo), pois existem situações em que pode ser necessária uma dieta mais pastosa (para evitar engasgos e aspiração do alimento) ou mais restrita (no caso dos alunos que apresentam alergias alimentares). Todo esse cuidado tem o intuito de atender de forma individualizada as necessidades de cada um e, sempre que possível, respeitando as suas preferências alimentares.”

A nutricionista também explica que realiza o atendimento em consultório com a família (pais e aluno), onde a partir daí consegue resultados muito satisfatórios para criação e manutenção de hábitos alimentares mais saudáveis e cuidados com o peso. Thaís atua na instituição todas as terças-feiras pela parte da manhã, atendendo em consultório (família e aluno), nas salas de aula e realizando oficinas de culinária na padaria da escola.

“Trabalhar na Apae é muito gratificante e me inspirou a exercer ainda mais minha profissão, a conhecer ainda mais esse mundo que é trabalhar com pessoas com deficiência. É um trabalho totalmente diferente com que eu já trabalhei, pois tenho consultório particular e atendo pessoas que buscam redução de peso, reeducação alimentar, desempenho esportivo, tratamento de doenças como diabetes, hipertensão, obesidade, dentre outros”, finaliza.

 

Texto: Assessoria de Comunicação Apae Três de Maio

Jaqueline Peripolli / Jornalista MTE 16.999

Foto: Studio Criativo