Estudante da Setrem se destaca no futebol feminino nacional

Caroline Carvalho Quaresma, 14 anos, assinou contrato com time de futebol feminino de Brasília

 

A estudante Caroline Carvalho Quaresma, 14 anos, do 8º ano do Ensino Fundamental da Setrem, assinou contrato com a equipe do Grêmio Esportivo Brazlândia, time de futebol feminino de Brasília, no Distrito Federal. A informação foi divulgada pelo Jornal Semanal, de Três de Maio.

Carol, como é mais conhecida, iniciou os estudos na Setrem no 5º ano e, desde então, já se destacava em meio aos meninos. “Sempre joguei futsal e o professor Chiquinho me dava bastante suporte”, lembra. Pela Setrem, a atleta conquistou muitos títulos e participou de jogos da Olimpíada Nacional da Rede Sinodal de Educação (Onase), Campeonato Garoto e Garota e Campeonato Municipal, ambos de Três de Maio, além de outras competições na região.

Aos poucos, ela conta, foi conhecendo o futebol de campo. Passou por projetos como Atletas do Futuro (Sesi), escolinha do Oriental Futebol Clube e do Botafogo Esporte Clube, ambos de Três de Maio. Nesta fase ela precisou escolher entre o futsal e o futebol de campo. Optou pelo segundo.

Participando de competições estaduais e nacionais, Carol foi revelada para o futebol nas categorias de base do Botafogo. No primeiro semestre de 2019, assinou contrato com a equipe Lobas, de Pelotas, onde se tornou capitã do time.

Mesmo com a distância e a ausência por alguns períodos para participar de competições, Carol não abandonou os estudos. “A Setrem sempre me incentivou, tanto nos estudos quanto no futebol. A direção e os professores sempre me ajudam, para conseguir me organizar com as provas e trabalhos”, afirma Carol.

Entre os colegas, a atleta já consegue sentir o gostinho da fama. “Cada vez que eu volto de um jogo, os colegas me recebem bem e me elogiam. Eles também mandam mensagens perguntando como estou indo nos jogos. É incrível o jeito que eles me tratam”, revela.

Agora com o novo time de Brasília, novos desafios esperam por Carol Quaresma em 2020. E a torcida por aqui na Setrem e em toda cidade só aumenta.

 

FOTO: PAULO DANIEL/SETREM