Alunas da Setrem são selecionadas para acampamento em Florianópolis

Laura Rafaela Baumgarten e Livia Tiecher da Silveira estão entre 20 estudantes brasileiros das escolas Pasch que vão se reunir para discutir o tema da água

 

As alunas Laura Rafaela Baumgarten e Livia Tiecher da Silveira, ambas do 2º ano do Ensino Médio da Setrem e que frequentam as aulas de alemão no Centro de Idiomas, foram selecionadas para participar do Encontro Internacional de Jovens Pasch América do Sul 2018. Elas se juntarão a mais 18 brasileiros e cinco estrangeiros alunos das escolas Pasch, parceiras do Goethe-Institut, para um acampamento no Retiro Vila Fátima, em Florianópolis (SC), de 27 a 30 de outubro.

Este ano o tema do acampamento é "Wasserwelten" (Mundos de Água), o qual pretende ampliar entre os alunos a conscientização sobre o entrelaçamento entre as estruturas humanas, a natureza e a água. "A América do Sul é um continente extremamente rico em reservas de água, tanto em seus mares, quanto em seus grandes rios e lagos, e nos proporciona uma das maiores biodiversidades do planeta. Como encontramos um compromisso entre o uso da água para nosso estilo de vida e sua manutenção para a proteção de nossa natureza e do meio ambiente?", questiona Carla Marques, assistente do Projeto no Brasil.

Neste sentido, os alunos que concorreram às vagas precisaram enviar um trabalho, em alemão, no qual o tema da água fosse abordado em um contexto local, regional ou internacional. "Em meu trabalho, falei sobre a escassez hídrica, maneiras de como preservar a água e para que isso não atinja nossa cidade", comenta Livia. Laura relatou como a água chega até sua casa e também mencionou maneiras de como preservar a água e evitar a escassez. Além disso, cada uma delas fez ainda uma apresentação pessoal, também em alemão.

 

Metodologia do acampamento

Durante uma atividade de simulação (Planspiel), os alunos assumirão diferentes papéis em um local fictício, a pequena cidade de Salto. O seu rio, o Rio Verde, é vital para a cidade e seus habitantes. Empresas, operadores de turismo, pescadores e agricultores dependem dele e da sua água para os seus negócios, hóspedes, animais, etc. No entanto, o Rio Verde está em perigo. Todos os grupos têm diferentes objetivos em mente e usam o rio de acordo com suas necessidades. Se os atores não cooperarem, se deixarem de comunicar ou se aproximar uns dos outros, o Rio Verde vai morrer. Os alunos participantes, assumindo seus respectivos papéis de moradores da cidade, tentam encontrar um compromisso que beneficie a todos.

 

Organização

No âmbito do projeto Pasch 2018 - Wasserwelten, serão organizados três acampamentos nas cidades de Guayaquil (Equador), Florianópolis (Brasil) e Punta de Tralca (Chile). De cada um desses acampamentos participarão aproximadamente 25 alunas e alunos das escolas parceiras Pasch do Goethe-Institut de diversos países, entre eles a Setrem. Parte do programa será um passeio ou excursão para que se possa conhecer o meio ambiente e a importância da água naquele local.

 

FOTO: EDUARDO ERTHAL/SETREM

Assessoria de Comunicação SETREM